flixbus logo

É possível viajar de ônibus com emissões neutras de carbono?

Viagens eco-friendly com a FlixBus

Como funciona?

Ao fazer uma reserva on-line na FlixBus, basta marcar a caixa atmosfair “Compensar viagem” depois de ter selecionado sua viagem de ônibus. As emissões de CO2 de sua viagem serão calculadas com base na duração e distância da viagem. O valor calculado é automaticamente adicionado ao preço de sua passagem. Sua contribuição ambiental é de aproximadamente entre 1 e 3% do preço original da viagem. Sua doação será investida num projeto certificado de proteção climática, de acordo com as normas ambientais internacionais.

Seja eco-friendly! O planeta agradece.

Os ônibus da FlixBus demonstraram ser eficientes em termos de consumo de combustível e emitem um nível extremamente baixo de gases com efeito estufa. É evidente que é difícil viajar sem produzir emissões de CO2, mesmo no ônibus mais ecologicamente correto. Por esse motivo, graças à nossa parceria com a atmosfair, oferecemos a cada um dos nossos passageiros a opção de compensar o impacto climático de sua viagem FlixBus ao efetuar a reserva. Com base no princípio do regime de comércio de licenças de emissão, você tem a opção de fazer uma contribuição ambiental voluntária ao reservar sua viagem, que será investida num projeto certificado de proteção climática, compensando a respectiva quantidade de emissões de CO2.

Veja como a contribuição de viajantes FlixBus para a redução de carbono foi utilizada em 2018

Graças à contribuição de nossos passageiros para a proteção climática através da FlixBus, em 2018 as doações correspondentes financiaram o projeto Gold Standard “Fornos com Eficiência Energética” em Ruanda, um projeto certificado pela ONU e premiado com padrão de excelência. Esses fornos eficientes contribuem para que, nas áreas rurais do Ruanda, se utilize cerca de menos 80% lenha de que os fornos tradicionais para cozinhar. Dessa forma, o projeto ajuda a conservar as florestas locais - habitat dos últimos gorilas-das-montanhas em todo o mundo, entre outras espécies - contribuindo assim para a proteção climática global. Além disso, o projeto promove um desenvolvimento sustentável em Ruanda, um país que, devido a seu estado socioeconômico, se encontra entre os países menos desenvolvidos do mundo. O projeto presta uma contribuição valiosa para a população local:

  • Subvenciona cada forno modelo "Save80" para as famílias locais
  • Melhora a qualidade de vida graças à redução de custos e tempo necessários para conseguir lenha
  • Melhora o funcionamento pulmonar das pessoas envolvidas, de acordo com estudos médicos